Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Revogação de embargo de armas contra o Irã criaria instabilidade no Oriente Médio, diz EUA

A abolição do embargo de armas contra o Irã fortaleceria o governo daquele país e ameaçaria a segurança em todo o Oriente Médio, disse a repórteres o representante especial de Washington para o Irã e conselheiro sênior do secretário de Estado dos EUA, Brian Hook.
Sputnik

"O levantamento da proibição ao Irã apenas reforçará o regime e criará mais instabilidade na região", declarou Hook durante uma entrevista coletiva na Arábia Saudita.

O embargo em vigor limitou a capacidade de Teerã de atualizar sistemas de armas, reexportar tecnologias para outros países e melhorar suas capacidades marítimas, declarou o enviado dos EUA.
"O embargo limita a capacidade do Irã de mover armas livremente", acrescentou.

Em 2015, o Irã assinou o Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), com China, França, Alemanha, Rússia, Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha e União Europeia (UE).

O acordo exigia que Teerã reduzisse seu programa nuclear e cortasse drasticamente suas reservas de urânio em troc…

Tanque israelense ataca posições do Hamas em Gaza após violação da fronteira

O incidente aconteceu após as Forças de Defesa de Israel (FDI) e o movimento Hamas terem anunciado na sexta-feira (20) um cessar-fogo depois de uma série de confrontos na fronteira da Faixa de Gaza.


Sputnik

Segundo o porta-voz das FDI, um tanque israelense atingiu um posto avançado do grupo Hamas devido a uma suposta violação da fronteira por alguns homens.

Um tanque israelita Merkava na Faixa de Gaza durante os exércitos perto da fronteira de Israel em 3 de agosto de 2014
Tanque israelense Merkava na Faixa de Gaza © AFP 2018 / JACK GUEZ

Um grupo de suspeitos penetrou em Israel desde a parte norte da Faixa de Gaza e depois regressou […] Em resposta, um tanque das Forças de Defesa de Israel disparou contra um posto avançado do Hamas", diz o comunicado do exército israelense.

Anteriormente, The Jerusalem Post relatou que Israel e o Hamas acordaram um cessar-fogo na Faixa de Gaza após um dia de confrontos na zona fronteiriça, tendo as forças israelenses atacado mais de 40 alvos militares do Hamas.

A nova escalada do conflito foi causada pela morte de um soldado israelense que havia sido atingido a tiros por militantes mais cedo nesta semana.

Ontem à noite, as forças israelenses atacaram quase 70 instalações do grupo Hamas na Faixa de Gaza. O movimento, ao contrário de confrontos anteriores, lançou apenas três foguetes contra o sul de Israel. Os ataques de Israel causaram a morte de ao menos três militantes do Hamas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS