Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Submarino da Segunda Guerra é encontrado 75 anos depois

Embarcação americana estava desaparecida desde 1944, quando foi atacada por aeronaves japonesas. Destroços são agora localizados por grupo de exploradores no Mar da China Oriental, a mais de 400 metros de profundidade.
Deutsch Welle

Um submarino dos Estados Unidos que desapareceu há 75 anos foi encontrado no fundo do Mar da China Oriental, segundo informou nesta segunda-feira (11) o grupo Lost 52 Project, que busca embarcações americanas desaparecidas.

Com uma tripulação de 80 membros, o submarino USS Grayback sumiu do mapa em 1944, após ser atacado por aeronaves japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.

Agora, seus destroços foram achados na costa de Okinawa, no Japão, pelo explorador Tim Taylor e sua equipe do Lost 52 Project, que se dedica a procurar e fornecer informações sobre submarinos e marinheiros americanos desaparecidos na Segunda Guerra.



O USS Grayback nunca havia sido encontrado em parte porque as informações registradas pelos japoneses sobre o local em que o submarino afund…

Alemanha investiga Airbus por espionagem militar

Autoridades alemãs estão investigando como funcionários da Airbus tiveram acesso a documentos militares confidenciais, o mais recente de uma série de escândalos a atingir a gigante aeroespacial.


Sputnik

Os promotores de Munique "estão investigando 17 suspeitos nomeados e outros até agora desconhecidos por revelar ou incitar a revelar segredos comerciais e empresariais", disseram os investigadores à AFP.

Chanceler Angela Merkel visita tropas alemãs no Afeganistão
Chanceler alemão Angela Merkel © AP Photo / Pool/ Michael Kappeler

A Airbus disse em comunicado na quarta-feira que havia se reportado às autoridades.

"Alguns de nossos funcionários tinham documentos que não deveriam ter", disse uma fonte da Airbus.

Os documentos confidenciais são de dois projetos de planejamento de compras militares.

Em cooperação com os promotores, o Ministério da Defesa está "esclarecendo que tipo de documentos estão envolvidos", disse o porta-voz e tenente-coronel Lars Ebinger.

Os funcionários da Airbus em questão estavam na Program Line Communications, Intelligence and Security (CIS), com sede em Munique, que lida com segurança cibernética e atividades relacionadas.

Em seu comunicado, a empresa afirmou ter "declarado às autoridades alemãs possíveis irregularidades de vários funcionários em relação a determinados documentos de clientes ligados a dois futuros projetos de compras alemãs" tratados pela CIS.

Aviao ATR 42-500 - ITALERI

Aviao ATR 42-500 - ITALERI

Comentários

Postagens mais visitadas