Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Submarino da Segunda Guerra é encontrado 75 anos depois

Embarcação americana estava desaparecida desde 1944, quando foi atacada por aeronaves japonesas. Destroços são agora localizados por grupo de exploradores no Mar da China Oriental, a mais de 400 metros de profundidade.
Deutsch Welle

Um submarino dos Estados Unidos que desapareceu há 75 anos foi encontrado no fundo do Mar da China Oriental, segundo informou nesta segunda-feira (11) o grupo Lost 52 Project, que busca embarcações americanas desaparecidas.

Com uma tripulação de 80 membros, o submarino USS Grayback sumiu do mapa em 1944, após ser atacado por aeronaves japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.

Agora, seus destroços foram achados na costa de Okinawa, no Japão, pelo explorador Tim Taylor e sua equipe do Lost 52 Project, que se dedica a procurar e fornecer informações sobre submarinos e marinheiros americanos desaparecidos na Segunda Guerra.



O USS Grayback nunca havia sido encontrado em parte porque as informações registradas pelos japoneses sobre o local em que o submarino afund…

Irã diz que ataque contra refinarias sauditas foi ato de 'legítima defesa' de houthis

O Irã disse nesta segunda-feira (30) que o ataque com drones contra refinarias de petróleo na Arábia Saudita foi um ato de "legítima defesa" dos rebeldes houthis do Iêmen.


Sputnik

A ofensiva contra as instalações petrolíferas aconteceu no dia 14 de setembro. Os houthis, que são apoiados por Teerã, reivindicaram responsabilidade pela ação. Os Estados Unidos e a Arábia Saudita, no entanto, acusam os iranianos de estarem por trás do ataque. 

Rebeldes xiitas, conhecidas como houthis, protestam contra ataques aéreos sauditas
© AP Photo / Hani Mohammed

Os sauditas lideram uma coalizão que luta ao lado do governo do Iêmen na guerra civil do país desde 2015.

O Irã, por sua vez, nega participação na ofensiva e diz que qualquer ação de retaliação contra o país terá como resultado uma guerra.

'Apoio espiritual e político'

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Abbas Mousavi, disse que as acusações contra Teerã são "infundadas", segundo publicado pela agência AP. O funcionário acrescentou que o Irã apoia os houthis por meios "espirituais e políticos". Segundo ele, um "cessar-fogo e o diálogo" são as únicas maneiras para salvar a Arábia Saudita.

Recentemente, um porta-voz do governo iraniano, Ali Rabiei, disse que o mundo ignora outra possibilidade sobres os ataques: os houthis teriam usado armas russas apreendidas pelo exército iemenita ou adquiridas no comércio de armamentos.

O ataque contra as refinarias sauditas aumentou a tensão entre Washington e Teerã, que estão em crise desde que o presidente americano, Donald Trump, decidiu sair do acordo nuclear assinado em 2015 entre o Irã e potências mundiais. Após deixar o pacto, os EUA aplicaram novas sanções contra Teerã.

Relógio Masculino Verde Smael G-shock Militar Prova D'água 1545

Relógio Masculino Verde Smael G-shock Militar Prova D'água 1545 R$ 120,00

Comentários

Postagens mais visitadas