Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: Novo túnel de vento vai ajudar a desenvolver caça de geração próxima até 2035

O novo túnel de vento da China, chamado FL-62, realizou sua primeira operação no dia 26 de maio, em um teste para uma nova aeronave não revelada, que provavelmente será um caça a jato da sexta geração mais avançado que o J-20 e o J-31.
Poder Aéreo


Referindo-se às novas aeronaves, o designer-chefe do jato J-20, Yang Wei, havia dito em um programa televisivo da CCTV que a China projetaria “uma aeronave muito diferente no futuro através da verdadeira inovação”.

O campo de fluxo gerado pelo túnel de vento foi estável e os dados de teste da aeronave foram coletados pela primeira vez, anunciou o Aerodynamics Research Institute, da estatal Aviation Industry Corporation of China (AVIC), em comunicado divulgado nesta terça-feira pelo Global Times.

A China iniciou o trabalho em um caça de última geração a ser apresentado até 2035 ou mais cedo, segundo Wang Haifeng, arquiteto-chefe do Instituto de Pesquisa e Design de Aviões de Chengdu da AVIC em 2019, que também participou do desenvolvimento dos av…

Irã diz que ataque contra refinarias sauditas foi ato de 'legítima defesa' de houthis

O Irã disse nesta segunda-feira (30) que o ataque com drones contra refinarias de petróleo na Arábia Saudita foi um ato de "legítima defesa" dos rebeldes houthis do Iêmen.


Sputnik

A ofensiva contra as instalações petrolíferas aconteceu no dia 14 de setembro. Os houthis, que são apoiados por Teerã, reivindicaram responsabilidade pela ação. Os Estados Unidos e a Arábia Saudita, no entanto, acusam os iranianos de estarem por trás do ataque. 

Rebeldes xiitas, conhecidas como houthis, protestam contra ataques aéreos sauditas
© AP Photo / Hani Mohammed

Os sauditas lideram uma coalizão que luta ao lado do governo do Iêmen na guerra civil do país desde 2015.

O Irã, por sua vez, nega participação na ofensiva e diz que qualquer ação de retaliação contra o país terá como resultado uma guerra.

'Apoio espiritual e político'

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Abbas Mousavi, disse que as acusações contra Teerã são "infundadas", segundo publicado pela agência AP. O funcionário acrescentou que o Irã apoia os houthis por meios "espirituais e políticos". Segundo ele, um "cessar-fogo e o diálogo" são as únicas maneiras para salvar a Arábia Saudita.

Recentemente, um porta-voz do governo iraniano, Ali Rabiei, disse que o mundo ignora outra possibilidade sobres os ataques: os houthis teriam usado armas russas apreendidas pelo exército iemenita ou adquiridas no comércio de armamentos.

O ataque contra as refinarias sauditas aumentou a tensão entre Washington e Teerã, que estão em crise desde que o presidente americano, Donald Trump, decidiu sair do acordo nuclear assinado em 2015 entre o Irã e potências mundiais. Após deixar o pacto, os EUA aplicaram novas sanções contra Teerã.

Relógio Masculino Verde Smael G-shock Militar Prova D'água 1545

Relógio Masculino Verde Smael G-shock Militar Prova D'água 1545 R$ 120,00

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS