Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os chocantes relatos dos Sonderkommandos, judeus forçados a trabalhar nas câmaras de gás do Holocausto

Aviso - Esta história contém imagens e relatos que podem ser considerados chocantes.
Swaminathan Natarajan | BBC

"Eu trabalhei no crematório. Levava pessoas (cadáveres) das câmaras de gás para os fornos", diz Dario Gabbai.


O ex-prisioneiro do campo de concentração de Auschwitz descreve a tarefa de remover os cadáveres das vítimas judias das câmaras e incinerá-los.

Gabbai, agora com 98 anos, é uma das últimas testemunhas oculares da Solução Final — o plano nazista de eliminar judeus da Europa que culminou no assassinato de seis milhões de judeus.

No 75º aniversário da libertação de Auschwitz-Birkenau, esta é a história dos Sonderkommandos, prisioneiros judeus forçados a ajudar os nazistas no Holocausto.
Mortes em massa

Para acelerar os assassinatos, os nazistas montaram campos de extermínio como Auschwitz-Birkenau e criaram uma unidade especial chamada Sonderkommando.

Consistia em prisioneiros judeus deportados para Auschwitz de 16 países diferentes, cujo trabalho alimentava a máquin…

Trump está 'totalmente preparado' para uma ação militar contra Turquia, diz Pompeo

O presidente americano Donald Trump está "totalmente preparado" para tomar medidas militares contra a Turquia "se necessário", disse o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.


Sputnik

"Preferimos a paz à guerra […] Mas, no caso de ser necessária uma ação cinética ou uma ação militar, vocês devem saber que o presidente Trump está totalmente preparado para empreender essa ação", disse Pompeo à CNBC na segunda-feira (21).
Ele acrescentou que Washington "certamente" usaria poderes econômicos e "diplomáticos" antes de recorrer a medidas militares.


Soldados americanos caminham juntos durante patrulha conjunta EUA-Turquia, perto de Tel Abyad, Síria, 8 de setembro de 2019
© REUTERS / Rodi Said

O secretário de Estado também se recusou a revelar a linha vermelha que levaria à ação militar contra a Turquia (um país membro da OTAN), dizendo que não quer "sair na frente da decisão do presidente sobre se deve ou não tomar a incrível iniciativa de usar o poderio militar americano".

Washington condenou a incursão turca e impôs sanções a vários ministros da Defesa, Energia e Interior turcos, bem como aos departamentos de Defesa e Energia de Ancara.

Operação militar

Os Estados Unidos e a Turquia acordaram um cessar-fogo de cinco dias em 17 de outubro para permitir a retirada das forças curdas do nordeste da Síria. Tanto Ancara como os curdos se acusaram mutuamente de violar a trégua.

O presidente turco anunciou no dia 9 de outubro o início da Operação Fonte de Paz no norte da Síria prometendo limpar a região dos combatentes curdos e de militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países).

Damasco qualificou a operação como agressão, e a comunidade internacional condenou as ações de Ancara.


Suplemento Whey/wey/way Concentrado + Camisa Soldado Black Skull

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS