Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

C-390 Millennium é 'versão básica' do KC-390, diz especialista

A Embraer e a Boeing anunciaram nesta segunda-feira (18) que o nome do avião de transporte multimissão KC-390 passará a se chamar C-390 Millennium.
Sputnik

A nova designação da aeronave foi feita durante a feira Dubai Airshow, nos Emirados Árabes Unidos, juntamente com o nome da joint-venture entre Embraer e Boeing que está à espera da aprovação de órgãos regulatórios para operar. A empresa se chamará Boeing Embraer - Defense.


O nome comercial do Millennium deixou de usar o K, que designa as aeronaves que possuem capacidade de reabastecimento aéreo.

Ele permanecerá sendo chamado KC-390 para os clientes que desejarem que a aeronave mantenha as características de conseguir ser reabastecida durante o voo.

Para Claudio Lucchesi, especialista em aviação e autor do livro "O Voo do Impossível", que conta a história do Bandeirante, o avião que gerou a criação da Embraer, o C-390 Millenium pode ser chamado de uma "versão básica" do KC-390.
"O que aconteceu foi o lançamento d…

Bombardeio russo deixa seis mortos na Síria

Vítimas eram da mesma família; Este é o mais sangrento ataque aéreo russo desde 31 de agosto, quando Moscou anunciou uma trégua na área.


France Presse

Seis civis, incluindo uma criança, morreram neste sábado (02) em Idlib, no noroeste da Síria, em um ataque aéreo da Rússia.

Membros da Defesa Civil da Síria carregam os corpos das vítimas de um ataque aéreo russo na vila de Jaballa, sul de Idlib, neste sábado (02) — Foto: Abdulazez Ketaz/AFP
Membros da Defesa Civil da Síria carregam os corpos das vítimas de um ataque aéreo russo na vila de Jaballa, sul de Idlib, neste sábado (02) — Foto: Abdulazez Ketaz/AFP

O ataque ocorreu na vila de Jaballa, no sul da região de Idlib, e custou a vida dos seis membros da mesma família, disse o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

O OSDH, sediado na Grã-Bretanha e formado por uma rede de fontes na Síria, determina quem está realizando um ataque aéreo de acordo com os padrões de voo, bem como os tipos de aeronaves e munições.

Segundo o chefe do OSDH, Rami Abdel Rahman, este é o mais sangrento ataque aéreo russo desde 31 de agosto, quando Moscou anunciou uma trégua na área.

Desde então, outros oito civis morreram em ataques aéreos russos em diferentes datas na região, acrescentou.

A região de Idlib, que abriga cerca de três milhões de pessoas, incluindo muitas deslocadas pela guerra iniciada em 2011, é controlada pela antiga filial da Al Qaeda na Síria.

As forças do presidente sírio Bashar Al Asad lançaram uma campanha militar contra Idlib em abril, matando cerca de mil civis e forçando mais de 400.000 pessoas a deixar suas casas.

Mas o cessar-fogo anunciado pela Rússia, principal apoio do regime, tem sido amplamente mantido desde o final de agosto, embora os conflitos persistam, de acordo com o OSDH.


Comentários