Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No Dia da Amazônia Azul, Marinha troca celebrações por combate ao óleo no litoral

Comemoração, realizada todos os anos no dia 16 de novembro, deu lugar à busca e contenção da substância que chegou a dez estados brasileiros.
Por Pedro Alves e Beatriz Castro | G1 PE e TV Globo

Em 2019, o Dia Nacional da Amazônia Azul é celebrado neste domingo (16). Anualmente, desde 2015, a Marinha do Brasil realiza uma comemoração para lembrar da importância do mar brasileiro. Neste ano, porém, diante do desastre ambiental causado pelas manchas de óleo no litoral, os esforços são concentrados no combate à substância, em uma ação chamada "Operação Amazônia Azul, Mar limpo é Vida!".

A Amazônia Azul é uma zona econômica marítima exclusiva do Brasil. O país tem o direito de explorar cerca de 5,7 milhões de quilômetros quadrados de oceano, o que equivale a, aproximadamente, metade da massa continental brasileira.

Essa área passou a ser chamada de Amazônia Azul justamente para indicar à sociedade a importância dessa faixa do oceano, já que é dela que saem cerca de 85% do petróleo, 7…

EUA pretendem enviar energia solar do espaço para Terra

O Laboratório de Pesquisa da Força Aérea dos EUA (AFRL), em parceria com a empresa Northrop Grumman, teria um projeto para desenvolver uma sofisticada tecnologia orbital.


Sputnik

Essa tecnologia permitiria a coleta de enormes quantidades de energia solar no espaço antes de serem transmitidas de forma concentrada para bases remotas dos EUA durante operações militares.

Projetos de energia renovável, como a solar, estão no foco dos financiamentos do banco
Projetos de energia renovável, como a solar, estão no foco dos financiamentos do banco | STR/AFP

O projeto, que custará mais de US$ 100 milhões (R$ 400 milhões), foi batizado de Space Solar Power Incremental Demonstration and Research project (SSPIDR), conforme o jornal The Stars & Stripes.

"A energia é um impulsionador estratégico e uma vulnerabilidade potencial para nossa nação e nosso Departamento de Defesa [...] Para assegurar o sucesso de uma missão militar, devemos possuir a energia necessária, na hora e no lugar certo", afirmou o coronel Eric Felt.

De acordo com o gerente de demonstração do projeto, major Tim Allen, os especialistas estão projetando um sistema elaborado, consistindo de uma constelação de satélites e painéis solares com uma área de aproximadamente 10.000 metros quadrados.

"Todo este projeto está construído para a transmissão de energia sem fio [...] Os feixes de energia são guiados eletronicamente, ou seja, nós podemos enviá-los para localizações específicas e mantê-los dirigidos sem a necessidade de movê-los para algum lugar", afirmou Allen.

"Essa tecnologia foi buscada pela primeira vez na década de 1960, mas não tinha um custo eficaz [...] Agora, vamos fazer alguns experimentos para descobrir se é viável [...]", ressaltou.

O militar acrescentou que, se a tecnologia funcionar, ela futuramente poderia ser utilizada não só por militares, mas também pelos setores civis.

De acordo com os desenvolvedores da SSPIDR, a tecnologia forneceria energia independentemente das condições climáticas, da latitude e do período do dia.

Luminária solar para parede com sensor de presença - Kit led

Luminária solar para parede com sensor de presença - Kit led

Comentários