Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Submarino da Segunda Guerra é encontrado 75 anos depois

Embarcação americana estava desaparecida desde 1944, quando foi atacada por aeronaves japonesas. Destroços são agora localizados por grupo de exploradores no Mar da China Oriental, a mais de 400 metros de profundidade.
Deutsch Welle

Um submarino dos Estados Unidos que desapareceu há 75 anos foi encontrado no fundo do Mar da China Oriental, segundo informou nesta segunda-feira (11) o grupo Lost 52 Project, que busca embarcações americanas desaparecidas.

Com uma tripulação de 80 membros, o submarino USS Grayback sumiu do mapa em 1944, após ser atacado por aeronaves japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.

Agora, seus destroços foram achados na costa de Okinawa, no Japão, pelo explorador Tim Taylor e sua equipe do Lost 52 Project, que se dedica a procurar e fornecer informações sobre submarinos e marinheiros americanos desaparecidos na Segunda Guerra.



O USS Grayback nunca havia sido encontrado em parte porque as informações registradas pelos japoneses sobre o local em que o submarino afund…

Defesa da Rússia revela como terroristas pretendem melhorar drones para atacar bases russas na Síria

Terroristas estão melhorando os veículos aéreos não tripulados com a ajuda dos quais tentam atacar a base aérea russa de Hmeymim na Síria, disse na sexta-feira (27) o representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov.


Sputnik

Konashenkov disse que os especialistas russos estudam cuidadosamente microchips e cartões de memória dos drones dos terroristas neutralizados pelos sistemas de defesa antiaérea russos.

Base militar russa de Hmeymim, Síria
© Sputnik / Dmitry Vinogradov

"Temos dados absolutamente exatos sobre de onde eles foram lançados, seus percursos e aonde deveriam chegar. O sistema de controle, navegação e largada de munições exige uma formação técnica séria dos envolvidos na sua preparação, tudo é calculado com base em coordenadas com precisão de segundos", disse o general.

Ele observou que, à primeira vista, as aeronaves parecem toscas, mas são montadas pelos mesmos moldes e são absolutamente idênticas.

"É óbvio que os terroristas têm um esquema de montagem. Quanto ao recheio, ele é sempre diferente. Mas não há absolutamente nenhuma dúvida de que os terroristas obtiveram tecnologias relacionadas com a montagem do sistema de controle, do sistema de navegação, do sistema de largada de munições na área designada, eu sublinho o longo alcance – a centenas de quilômetros", disse Konashenkov.

Inovações em design

O representante oficial do Ministério da Defesa disse que os militantes usam vários tipos de drones. "Vários drones, quando participam em um ataque maciço, atuam como drones de controle. Isto não acontecia há um ano. Além disso, alguns têm câmeras de vídeo. Ou seja, os terroristas gostam de registrar se seus planos insidiosos forem bem-sucedidos", disse ele.

O general disse que antes os terroristas costumavam ter drones que eram operados diretamente por operadores, mas agora eles usam sobretudo drones que são programados para realizar a missão e que voam ao longo de um determinado percurso.

"Gostaria de salientar que eles não voam em linha reta, eles estão constantemente manobrando em altura, azimute e a mudando constantemente de rumo. Seu alcance já é de até 250 km e sua altitude é de até 4,5 km", disse Konashenkov.

Enquanto os drones costumavam ter um recipiente que permitia que o drone voasse até 120 km, disse ele, agora os militantes estão fixando dois, sendo o segundo muito maior, a autonomia de voo será, respectivamente, pelo menos duas vezes maior. Os terroristas também têm drones elétricos, com alcance até 50 quilômetros.

"Todos estes drones são armas muito sérias e perigosas. Caracterizam-se pela imprevisibilidade do voo e, o que é mais importante – eles têm uma superfície refletora muito pequena, sua superfície de dispersão, porque eles são feitos principalmente de plástico ou madeira e apenas uma pequena parte pode enviar um sinal para o radar. Mas nossos sistemas de defesa aérea os detectam e destroem eficazmente", disse Konashenkov.

Defesa escalonada

O representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia salientou que os sistemas russos Pantsir-S1 e Tor-M2 combatem muito eficazmente os veículos aéreos não tripulados. Segundo ele, um dos componentes do sistema de defesa aérea do agrupamento na Síria é a aviação de caça, nomeadamente os Su-35.

"Todos os nossos sistemas de mísseis antiaéreos e aeronaves têm provado sua indiscutível eficácia e alta confiabilidade em todas as condições climáticas", disse Konashenkov.

"Nossos meios de defesa aérea comprovaram na prática que podem detectar alvos como foguetes e drones, mas também os destruir com eficácia. Eles também têm capacidade de destruir mísseis de cruzeiro, enquanto o S-400 também pode destruir alvos balísticos", acrescentou.

Playmobil Space - Satelite Destruidor De Meteoros 9490

Playmobil Space - Satelite Destruidor De Meteoros 9490 R$ 237,49

Comentários

Postagens mais visitadas